03/09/2016

VOCÊ É SUBMISSA OU SUBJUGADA?



 

Estava muito ocupada com tantas responsabilidades que infelizmente tive que me afastar um pouquinho por aqui. Mas pra quem me acompanha eu sempre estou lá no meu site NTA.

Hoje eu vou trazer um tema aqui super polêmico nos dias atuais, que provoca ódio em muitas mulheres (em mim também já causou meninas). Essa palavrinha submissão gera muita revolta na mulherada dando uma vontade imensa de sair ao ataque e mostrar sua capacidade de liderar e cuidar de si mesma.

Eu entendo meninas essa revolta, até porque odiamos ser tachadas como burras e incapacitada não é mesmo?. A muito tempo eu também me revoltava, e eu sentia que ia enfartar só de ouvir essa palavra SUBMISSÃO; me dava uma sensação de impotência, decadência, prisão, fragilidade é como se quisessem arrancar meu cérebro literalmente (um zumbi na verdade né), como se eu não fosse capaz de cuidar de mim mesma, tomar minhas próprias decisões e escolher o que é melhor pra mim.
 

Eu comecei a estudar a bíblia e isso foi li-ber-ta-dor. Eu passe a entender que tudo o que eu aprendi sobre submissão era o que o mundo define. Veja bem a diferença:
 

SUBMISSÃO NO DICIONÁRIO = É o ato ou ação de se submeter a algo ou alguma coisa;
deixar dominar passivamente; uma forma de subordinação, vassalagem ou servidão.
A submissão é baseada na condição de obedecer ordens de um superior, sem o direito
de tomar decisões livres ou de se expressar de forma que bem entender.

 

SUBMISSÃO BÍBLICA = É ato de confiança no outro, ajudar, amar, respeitar, orar, apoiar, ela está debaixo (sub) de uma missão delegada por Deus ao homem (missão de formar família, proteger e prover).
 

O que revolta as muitas mulheres que se casam é que infelizmente tem maridos abusadores, incrédulos, traidores que acham que ser Líder é mandar, não ouvir a outra parte, não compartilhar seus medos, suas inseguranças, não delegar responsabilidades para que a esposa possa ajuda-lo, no entanto ele exige dela uma submissão cega sem que ela possa dar sua opinião, dizer o que sente, o que deseja, ele impõe isso batendo, desrespeitando, ofendendo, não amando a esposa, não cuidando dela provendo suas necessidades, e ainda a proíbe de trabalhar para se manter, ou seja, ele o quer na mão dele para ser torturada emocionalmente e psicologicamente sem contar com as torturas físicas.

 
Não foi esse tipo de liderança que Deus deu para homem, a mulher também é a imagem e semelhança de Deus, com habilidades específicas para complementar no casamento e ajudar seu esposo.

 
A mulher foi dotada por Deus de um dom especial, com talentos específicos que somam na vida do homem, ela não é um ser burro e nem desfavorecida, ela necessita de amor, cuidado e proteção.
 

1) Submissão não é uma responsabilidade exclusiva da mulher (Ef 5:21)
2) Submissão não implica na inferioridade da mulher (Gn 1:27, 2:18; Gl 3:28)
3) Submissão não é generalizada para todos os homens em todos os contextos (Cl 3:18, 1 Pe 3:1, Ef 5:22, Tt :3-5)
4) Submissão não significa escravidão (Gn 2:15-18)
5) Submissão não implica em autonomia masculina no lar (Gn 1:27, 2:15-18, 2:24, 1 Pe 3:7)
 

A submissão para mulher nos descansa das enormes responsabilidades de prover alimento para família, pagar as contas em geral e proteger.
 

Ser submissa é literalmente:

Amar seu esposo
Respeitar
Encorajar
Ajudar na criação dos filhos e na educação
Cuidar do lar e afazeres domésticos
Saúde e bem estar da família
 

Ser Líder do lar é:

Amar
Proteger
Prover
Ser sacerdote do lar
Ser compreensivo
Ser dependente de Deus


Pensa na vida de uma mulher que além dos afazeres domésticos ela tem que trabalhar fora, educar os filhos, ser boa mãe, profissional, serva de Deus, esposa, filha, é muita coisa pra uma pessoa só, logo virão os desgastes emocionais, físicos e psicológicos.
 

Aqui na minha casa, tudo é compartilhado, meu marido entende que também sou um ser que pensa que opina, oriento ele em tudo, e ele decide o que faz da vida. Aqui as tarefas e responsabilidades são divididas, algumas pesa mais para ele como: Prover alimentação, contas, vestuário, passeios, proteção, conforto (e eu ajudo ele nessa parte), é responsabilidade dele e ele faz com amor; e eu trabalho para ajudar no orçamento de casa, estudo, cuido da casa como: faxina, compras, lavar e passar, cozinhar (e ele só me ajuda quando eu preciso).

 
Quando um casal busca instruções na Bíblia e entende seu papel sem ninguém querer ser mais que o outro, ajudando, respeitando, amando, tomando decisões juntos (eu peço opinião ao meu marido em tudooo e ele também), encorajando um ao outro tudo fica mais fácil, por que casamento não é um campo de competição e sim de parceria e cumplicidade, quando o homem entende isso e divide seus anseios e responsabilidades com sua esposa fica mais fácil nos submeter a sua liderança, porque sabemos que nosso marido é um presente de Deus para nos proteger e cuidar das nossas necessidades.
 

Homens se querem submissão, respeite sua esposa, ame como a si mesmo, proteja, cuide dela com amor. Mulheres encoraja seus maridos a andarem em retidão e fazer o que Deus quer, porque é impossível ser submissa ao homem se ele não é a Deus.



VEJA TAMBÉM...

- A MULHER DEVE MESMO FICAR CALADA NA IGREJA?
- O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA MULHER?
- É PECADO UMA MULHER USAR CALÇA? O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE ISSO?
- AGAR - REJEITADA MAS NÃO ABANDONADA



Hey!
 
Não deixe de nos seguir nas redes sociais, sua participação por lá é muito importante para nosso Ministério: Facebook MNTA - Facebook NTA - Instagram

 
Foto: Google
Fonte: Bíblia da Mulher



 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário